Press "Enter" to skip to content

Aumentos do STF tem petição maior que Ficha Limpa e conta com convocação para as ruas

Nesta quarta-feira (07), o Senado Federal aprovou o aumento dos salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) dos atuais R$ 33 mil para R$ 39 mil. Foram 41 votos a favor e 16 contrários, além de uma abstenção, e a matéria segue agora para sanção ou veto do presidente Michel Temer.

Como este é o teto de salário para todo o serviço público, a medida tem efeito cascata sobre outras categorias e o impacto nas contas públicas pode superar R$ 4 bilhões em todos os níveis de governo só em 2019, de acordo com consultorias do Legislativo.

Indignado, o partido Novo criou a petição “Contra o aumento de salário aos ministros do STF“. A meta inicial era de 1 milhão de adeptos. Em apenas 2 dias, são mais de 2 milhões e duzentos mil adeptos, e a meta foi aumentada para 3 milhões. Assine aqui a petição.

Chega de pagar a conta da velha política. O momento é de responsabilidade fiscal. – Partido Novo

Nunca houve nada parecido no Brasil. O movimento da Ficha Limpa, depois de meses de mobilização, conseguiu 1,6 milhão de assinaturas, o que obrigou o Congresso a transformá-la em lei.

Agora, além da petição, o Partido Novo está convocando a população brasileira a irem para as ruas nesse Domingo, dia 11 de Novembro, para manifestarem-se contra esse aumento salarial.

“O aumento dos salários dos ministros do STF foi mais um golpe nas já deficitárias contas públicas do Brasil. Vamos para as ruas (…) mostrar ao presidente da República que não suportamos mais pagar a conta. #AumentoNão #VetaTemer”. Segue vídeo:

Referências: Exame, Partido Novo, Catraca Rápida.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *